quinta-feira, 14 de maio de 2009

Partido 7

Tudo é questão de ponto de vista...

O melhor time brasileiro, talvez mundial, deste ano, afinal confirma sua campanha arrasadora em competições internacionais, classificando-se para as quartas-de-final da Copa Libertadores de América 2009, com mais uma vitória, a sexta, em sete partidas. A outra foi um empate. Com aproveitamento de 90,47% (será que alguém do mundo conseguiu isto este ano?) em competições disputadas fora dos limites territoriais do país, o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense se consagra como a melhor equipe do ano até o momento, enquanto alguns que se dizem bons não conseguem sequer obter classificação para tal campeonato, ficando muito atrás de Universidad San Martin, Aurora, Boyacá Chicó, Caracas (nossos adversário nas quartas-de-final), Defensor, Lanús, Guarani de Asunción e outras modestas equipes do futebol sul-americano.

Ao jogo: com muita calma e jeito, sem se esforçar, sem cansar, sem correr, ou seja, naturalmente, os gols saíram. Jonas anotou na etapa inicial e Herrera marcou seu tento no tempo complementar. Um jogo morno, esfriado pela chuva, com um adversário já desmotivado depois de sofrer a derrota em casa, sabendo que viria a Porto Alegre apenas para conhecer a capital gaúcha. Assim foi a nossa classifcação. Victor apenas assistiu a partida, intervindo nas cobranças de tiro de meta. Simples assim. Talvez por isto que o Olímpico Monumental tenha ficado tão abandonado pela torcida tricolor. Apenas pouco mais de 20 mil vozes empurraram a equipe. Mas tudo bem.

E no Rio de Janeiro, segue-se a sequência de decadências do futebol brasileiro. Desta vez foi o Flamengo Futebol e Regatas que mostrou ao país como pode uma equipe ser tão ruim a ponto de ceder a uma equipe de categoria inferior uma vantagem que seria obtida naturalmente no Maracanã. A torcida que compareceu ao estádio Mario Filho decepcionou-se com o desempenho do Mengão, assistindo bolas irem nas traves ou o goleiro símio salvar a equipe da derrota certa e goleada iminente. E a tragédia foi confirmada com a necessidade de o Mengão marcar gols no chiqueiro da várzea, para confirmar sua classificação às semi-finais da Copa do Brasil.

Agora é o Grêmio seguir treinando no Brasileirão, para manutenção de ritmo de jogo. O próximo jogo-trieno será no Mineirão, contra o Clube Atlético Mineiro, o mais tradicional representante das Minas Gerais, agora "reforçado" por Celso Roth. Alguém preocupado com resultados? Eu, como o Deputado Sergio Moraes, estou me lixando.

Força, Grêmio, que a Libertadores é nossa!

Um comentário:

gremiodecoracao disse...

O jogo contra o Atlético-MG promete 'grandes emoções' veremos no que vai dar. Será que Celso Roth irá se aproveitar daquilo que ensinou?


veremos.


abraço