quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Trigésima-Segunda Rodada

A apenas seis rodadas do final do campeonato, o Grêmio não deixa a competição perder em emoção. Evitando a vitória sobre o Cruzeiro no Mineirão, o Tricolor Azul permite que o certame tenha atrações suficientes, provavelmente até a sua rodada final.

Poupando suas engrenagens, a Máquina Tricolor deixou o Cruzeiro dominar a partida e anotar os gols nas parcas oportunidades que teve. Enquanto São Paulo e Palmeiras também venciam seus confrontos, mantendo embolado o grupo que vem logo atrás do Imortal, ainda líder da tabela.

Realmente, ilustre leitor, o Brasileirão perderia toda sua graça caso o Grêmio abrisse mais pontos, ou mesmo mantivesse a distância que tinha sobre os adversários. Mas para o bem das cotas de TV, o Grêmio soube se manter e permitir a continuidade do calor do Campeonato Brasileiro.

Já em Porto Alegre (pobre cidade, castigada divinamente, provavelmente por ter se mantido fiel ao Império na Revolução Farroupilha) os moranguinhos deram uma mãozinha ao Náutico. Resolveram fazer caridade e marcaram gol a favor do adversário. Na ausência do nosso grande ídolo Clêmer, Marcão se encarregou da tarefa.

Caíram novamente. agora para oitava colocação. E ainda querem vencer a Sul Americana. Deixamos sonharem?

Mas te prepara, vivente! No domingo, no finalito da tarde, o Olímpico Monumental vai voltar a rugir! E é para recepcionar da pior forma possível o velho Figueirense. Quem sabe não e chegada a hora de meter mais sete? E sabes quem estará lá alientando, cantando, vibrando e empurrando o time? Tu! Nem pensa em não ir. Esta é a tua missão, índio velho! Ir, torcer, vencer e comemorar! Te aguardo lá!

E aproveita o mês de novembro para consultar o cardiologista, pois no dia 7 de dezembro teu coração tem que estar funcionando como um relógio suíço. Afinal de contas, será nesse dia a comemoração final do tri do Imortal. Claro que será nos dez minutos finais da partida, com combinação de resultados paralelos. Vai dando uma manutenção no coraçãozinho, porque o Grêmio vem aí e o bicho vai pegar!

Acredita, vivente, porque eu não desisto!

domingo, 26 de outubro de 2008

Tricolor Azul

A grande mudança do ano é a alteração do nome da Crônica Futebolística.

Agora nosso blog é identificado por um nome mais tricolor, mais azul, mais gremista!

É o TRICOLOR AZUL chegando para continuar a divulgação das mais sinceras idéias sobre o futebol gaúcho, o futebol jogado pelo Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

Saudações tricolores!

Trigésima-Primeira Rodada

Sempre na luta, sem jamais ter desistido, o Imortal Tricolor abriu nova vantagem na tabela do Brasileirão 2008. Nenhum de seus perseguidores consegue utrapassar o Tricolor Azul em menos de duas rodadas, o que significa que até mesmo uma derrota no próximo confronto direto não será o fim do mundo; pelo contrário: seguiremos na liderança!

Já são 18 rodadas (19, contando a próxima) na liderança em pontos ou dependendo apenas de si mesmo para ser campeão. Mesmo naquelas duas vezes que o Palmeiras esteve empatado conosco, à frente pelos critérios, o Tricolor dos Pampas sempre dependeu apenas de si para vencer, ao contrário de todos os seus adversários.

E essa vantagem se confirmou em 1 minuto e 50 segundos, apenas. Foi esse o tempo necessário para garantir a liderança do certame por mais uma rodada (a rodada bônus foi concedida pelos próprios adversários), tempo suficiente para Reinaldo sutilmente desviar a trajetória da bola, vencendo o bom goleiro da equipe nordestina. O resto do jogo é apenas o resto.

Uma campanha de 17 vitórias em 31 jogos (mais de 50% de vitórias) e apenas 6 derrotas. Mantemos o melhor saldo de gols e a melhor defesa desde nem me lembro quando. Uma campanha rara de se ver no nosso time. Coisa que eu lembro de ter acontecido apenas uma vez, no Campeonato Brasileiro do longínquo ano 1990, quando ainda não havia a regra dos pontos corridos. Mas de que interessa o passado para as novas conquistas? O jogo contra o Sport, por exemplo, já passou. Temos é que mirar à frente, buscando a manutenção da posição na tabela. E é exatamente isso que vamos fazer, retornando ao Mineirão para buscar o melhor resultado. Obviamente que tu vais estar torcendo de onde for. Afinal, tua torcida é fundamental para o sucesso desta equipe praticamente tricampeã! É agora no dia 29, noite de quarta-feira. Seja num bar, em casa, na casa de amigos ou no próprio Mineirão (com o Grêmio onde o Grêmio estiver!), a força da tua vibração é o que mais interessa para os nossos gladiadores sesuperarem mais uma vez!

Já que tocamos em Mineirão, não é que a incapacidade do Atlético Mineiro consegue fazê-lo ser, ainda, um candidato ao descenso? Mesmo jogando contra uma equipe pequena, nos seus domínios, fez a proeza de permitir o empate no confonto zoológico. Assim, os macacos conseguiram um empate, beirando o heroísmo, com o galo. Acontece...

Combinado, então: quarta-feira é tudo contigo!

Se seremos campeões? Eu não tenho dúvida!

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Copa Nissan Sudamericana - Cuartos de Final

Em Porto Alegre, ano de 2004, o Boca Juniors empatou a partida em 0x0. Venceu por 4x2 na Bombonera, passando a régua no 4x2.

Em Porto Alegre, ano de 2005, o Boca Juniors perdeu a partida por 1x0. Venceu por 4x1 na Bombonera, passando a régua no 4x2.

Em Porto Alegre, ano de 2008, o Boca Juniors perdeu a partida por 2x0. Adivinha o que vaiacontecer na Bombonera para passar a régua no tradicional 4x2?

É só aguardar...

domingo, 19 de outubro de 2008

Trigésima Rodada

Completados três quartos do certame, o Imortal Tricolor esbanja saúde e se aproveita de fabulosa campanha realizada até o momento, abdicando do dever de jogar bem, permitindo-se uma partida de má atuação.

Aconteceu em São Paulo, no Estádio do Canindé, contra asimpática Portuguesa de Desportos. O Grêmio, relembrando velhos embates travados com esta equipe, inclusive a final do Campeonato Brasileiro de 1996 e as disputas na fase final do Campeonato Brasileiro da Série B de 2005, resolveu colaborar com o adversário, permitindo que este conquistasse 3 preciosos pontos, tal qual fizera poucas semanas atrás, aqui em Porto Alegre mesmo, porém na condição de visitante.

Os dois tentos anotados pela Lusa pouco mal causaram à campanha, mantendo o Tricolor Azul na ponta de cima da tabela, liderando outras 18 equipes e um agrupamento.

A distância de um ponto para o vice-líder e para o terceiro colocado de nada assustam a Máquina Tricolor, pois sabemos muito bem que este campeonato só será definido na útlima rodada, muito provavelmente nos minutos derradeiros, como é tradicional de acontecer nas grandes conquistas do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense.

E que venha o Sport! O Leão do Nordeste será duramente domesticado pelos gladiadores tricolores, em plena arena do Olímpico Monumental. E será já no dia 23, quinta-feira. Se tu deves ir? Não deverias nem pensar em realizar esta pergunta, tamanha obviedade da resposta.

E o timinho do aterro, que recebeu na várzea o Atlético Paranaense, conseguiu tornar suas escolhas mais difícies com a derrota imposta. Agora fica entre a cruz e a espada, pensando a qual competição se dedicar com mais afinco. Pelos meus atuais (e eternos) interesses, essa indecisão é ótima, pois como usualmente ocorre, vão acabar não priorizando nenhuma competição e ficando de fora de todos os objetivos que têm.

Mas voltando a falar de futebol e de Campeonato Brasileiro, eu sinto que este ano o título é nosso! Eu acredito, como sempre. E tu? Se acreditas, quero te ver no Olímpico, na noite de quinta, alientando, cantando e empurrando o Tricolor dos Pampas em mais uma vitória de calar a boca da imprensa do país vizinho! E deste país também.

Força, Grêmio! Estamos numa situação tão boa, que nem o tribunal consegue nos derrubar!

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Aniversário

Antes tarde do que nunca. Como não falei nada do Grêmio no aniversário, segue este bárbaro vídeo!

Parabéns, Imortal Tricolor!


video

sábado, 11 de outubro de 2008

Vigésima-Nona Rodada

Essa foi para calar a boca da imprensa do centro do país. E daqui também, claro.

O Grêmio foi mais uma vez impecável, pelo menos do ponto de vista do resultado, que é o que realmente interessa. Na noite de quarta-feira, com Estádio Olímpico Monumental repleto da maior e melhor torcida do mundo, aquela torcida que nunca, jamais, deixa de vibrar e alientar o Imortal Tricolor, o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense aniquilou mais um adversário e reconquistou a liderança isolada do Campeonato Brasileiro 2009, depois de duas rodadas na segunda colocação (pelos critérios de desempate, que fique bem claro).

Com um tento anotado no início da partida, dos pés de Chengue Morales, e outro de Soares, já nos acréscimos da etapa complementar, o Tricolor Azul mandou o Peixe nadar rio acima, de volta para casa. Foi a consolidação da campanha da Máquina Tricolor, resultando na retomada do caminho da glória, caminho este que nunca deixará de ser seguido pelo Tricolor dos Pampas.

É o Imotal Tricolor dando provas de sua imortalidade!

Já no sábado, no Serra Dourada, em Goiânia, se não fosse pela intervenção de um ex-jogador do timinho do aterro, a vitória da equipe goiana seria certa. Mas Iarley, mesmo largado pelo timinho da várzea, abandonado à própria sorte no cerrado do centro do país, ficou com peninha de converter a penalidade máxima e consolidar a vitória de sua equipe e galgar posições na tabela.

Só mesmo com ajudas dos advesários para o time símio não cair vertiginosamente. Assim como no GRE-nal, quando o Grêmio, no maior sentimento fraternal de irmão mais velho (só quem tem um irmão mais velho sabe o que isso significa), cedeu a goleada para incentivá-los, o Goiás, através de Iarley, evitou a derrota dos vis habitantes da várzea porto alegrense.

O nosso próximo adversário, agora em São Paulo, é a Portuguesa. Será a vítima da vez para que o Grêmio volte a vencer fora de casa no certame, trazendo mais 3 pontos e afastando-se, agora definitivamente, do segundo colocado, seja ele quem for.

E é óbvio que eu continuo acreditando!

Nota de Repúdio

Tomo a liberdade de utilizar este nobre espaço, ilustre leitor, para manifestar todo o meu repúdio com o disparate e com a injustiça que está sendo feita com um atleta em Porto Alegre. É importante deixar claro que um ser humano não pode ser julgado por uma falha cometida na sua vida. O simples fato de um lapso ocorrido não pode significar o fim de uma carreira. Uma torcida inteira não pode ser privada de conviver com seu ídolo, de vibrar com seus lances, apenas por causa de um pequeno gesto quase insignificante.

Assim, conclamo a torcida tricolor a ir às ruas e exigir a volta de Clêmer à meta do co-irmão! Um dos maiores responsáveis por alegrias dos tricolores não pode simplesmente ser afastado. Quem cometerá mais falhas e bizarrices?

Uma bola solta no joelho do zagueiro que morreu no fundo das redes, contra o Coritiba...
Uma furada em bola que resultou num gol maravilhoso a favor do Vasco...
Diversas falhas de espalmadas para dentro do próprio gol...
Uma reposição de bola nas costas do próprio zagueiro, com rebote no pé do atacante adversário...
E tantos outros lances fiasquentos que resultaram em gols comemorados ardorosamente pela torcida gremista.

Portanto, grita com toda a força dos teus pulmões: VOLTA, CLÊMER!

sábado, 4 de outubro de 2008

Vigésima-Oitava Rodada

Foi a rodada do retorno do Grêmio!

Tarde chuvosa em Porto Alegre. Mesmo assim, mais de 37 mil imortais torcedores, borrachos de fé, representantes da alma castelhana, da bravura charrua marcaram presença nas tribunas do Templo Máximo do Futebol Gaúcho. E foram para assistir a uma apresentação sem luxo, sem gracinhas, sem plástica, sem frescura, sem espetáculo. Assim, a equipe do Grêmio proporcionou o verdadeiro espetáculo que todos nós gostamos.

Foi um show de garra, de raça, de botinada, de rispidez, de virilidade, de força, de vontade, de marcação, de objetividade... Enfim, uma típica exibição gremista!

De Vitor, a muralha, a Chengue Morales, o gigante, passando pelo gigante Réver (este no sentido figurado), o Grêmio foi aquele Grêmio digno da imortalidade que lhe é habitual. Daquele Grêmio que a massa tricolor gosta de ver, de assistir, de vibrar como se estivesse numa arena medieval, assistindo seus gladiadores aniquilar os adversários.

E o Grêmio simplesmente aniquilou o adversário da tarde, mantendo-se na ponta da tabela, a uma vitória da liderança, esfregando na cara do Brasil as suas credenciais e a sua capacidade de vencer, de conquistar.

Não esqueçamos as estréias brilhantes de Douglas Costa, a nova promessa (com jeito de certeza) e de Chengue Morales, a nova referência na área (e que referência!). E, claro, o nosso enaltecimento à atuação de luxo de Réver, o grande nome do jogo!

Logo após tudo isso acontecer, teve piadas no Couto Pereira, em Curitiba. O Coritiba, dono da casa, até deu um gol de vantagem para os visitantes. E estes, educadamente, devolveram em grande estilo a gentileza. Depois, abriram a porteira e deixaram entrar mais três! Acabaram voltando à realidade de que não conseguem ficar numa colocação na tabela que não seja representada por dois algarismos. Voltaram à décima colocação, afastando-se do objetivo que a imprensa, vermelha, dá a eles.

E agora, borracho, quarta-feira tens compromisso novamente! É a vez de afogar o Peixe e, quem sabe, retornar à primeira colocação, para não mais perdê-la. É as 22h, no Olímpico Monumental. E tu não tens desculpa para deixar de ir! O Imortal precisa de ti! É a Máquina Tricolor ceifando adversários e adversidades, o Tricolor Azul pintando o Brasil de azul!

Quanto ao título, tem como não acreditar?

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Copa Nissan Sudamericana - Octavos de Final

Chutaram cachorro morto e já estão achando que são grande coisa.

O próximo adversário é o Boca. Seguindo a tendência:

2004 - Boca 4x2

2005 - Boca 4x1

2008 - Boca 4x0?

Aguardemos...