sábado, 4 de outubro de 2008

Vigésima-Oitava Rodada

Foi a rodada do retorno do Grêmio!

Tarde chuvosa em Porto Alegre. Mesmo assim, mais de 37 mil imortais torcedores, borrachos de fé, representantes da alma castelhana, da bravura charrua marcaram presença nas tribunas do Templo Máximo do Futebol Gaúcho. E foram para assistir a uma apresentação sem luxo, sem gracinhas, sem plástica, sem frescura, sem espetáculo. Assim, a equipe do Grêmio proporcionou o verdadeiro espetáculo que todos nós gostamos.

Foi um show de garra, de raça, de botinada, de rispidez, de virilidade, de força, de vontade, de marcação, de objetividade... Enfim, uma típica exibição gremista!

De Vitor, a muralha, a Chengue Morales, o gigante, passando pelo gigante Réver (este no sentido figurado), o Grêmio foi aquele Grêmio digno da imortalidade que lhe é habitual. Daquele Grêmio que a massa tricolor gosta de ver, de assistir, de vibrar como se estivesse numa arena medieval, assistindo seus gladiadores aniquilar os adversários.

E o Grêmio simplesmente aniquilou o adversário da tarde, mantendo-se na ponta da tabela, a uma vitória da liderança, esfregando na cara do Brasil as suas credenciais e a sua capacidade de vencer, de conquistar.

Não esqueçamos as estréias brilhantes de Douglas Costa, a nova promessa (com jeito de certeza) e de Chengue Morales, a nova referência na área (e que referência!). E, claro, o nosso enaltecimento à atuação de luxo de Réver, o grande nome do jogo!

Logo após tudo isso acontecer, teve piadas no Couto Pereira, em Curitiba. O Coritiba, dono da casa, até deu um gol de vantagem para os visitantes. E estes, educadamente, devolveram em grande estilo a gentileza. Depois, abriram a porteira e deixaram entrar mais três! Acabaram voltando à realidade de que não conseguem ficar numa colocação na tabela que não seja representada por dois algarismos. Voltaram à décima colocação, afastando-se do objetivo que a imprensa, vermelha, dá a eles.

E agora, borracho, quarta-feira tens compromisso novamente! É a vez de afogar o Peixe e, quem sabe, retornar à primeira colocação, para não mais perdê-la. É as 22h, no Olímpico Monumental. E tu não tens desculpa para deixar de ir! O Imortal precisa de ti! É a Máquina Tricolor ceifando adversários e adversidades, o Tricolor Azul pintando o Brasil de azul!

Quanto ao título, tem como não acreditar?

2 comentários:

gremiodecoracao disse...

ceeeeeeeeerto que quarta-feira estarei lá ;) apoio meu time na boa ou na pior, faça sol ou chuva (L'

beeijo. e ah, obrigada pela divulgação. divulgarei o sei ;)

GWB disse...

é bom aproveitar para festejar bem esta rodada. na proxima ja n estarão na frente.